Fevereiro 23 2009

______A NÃO PERDER ________________________________________________________________

Filhos da Mãe é um livro, baseado em histórias reais, que contradizem o significado poético que a expressão “países irmãos” dissemina ao definir a relação entre Portugal e Brasil. 
 

“Os irmãos não complicam a vida uns dos outros como fazem dois povos de cultura e comportamento tão semelhantes”. Afirma a autora.

O objectivo desse livro é chamar a atenção dos dois povos para uma reavaliação de comportamento, uns  com os outros.

Dividido em dez histórias. Sendo cinco de brasileiros que vivem em Portugal, e cinco de portugueses que vivem no Brasil, o livro faz referência ao comportamento de preconceito e discriminação que ambas as raças possuem uma pela a outra.

O comportamento de disputa entre estes os dois povos, cria uma imagem pré-estabelecida ou estereotipada sobre o conceito que possuem um do outro. 

Para uma grande maioria de portugueses, o Brasil é visto como uma nação de homens volúveis e mulheres vulgares; por outra dimensão não inferior, de brasileiros, Portugal é visto como um país  de pessoas provincianas e ignorantes.

OBS: O livro é dividido em duas partes, como a autora fez em Quem tem boca vai a Roma. As histórias dos brasileiros são contadas em português do Brasil e as histórias dos portugueses são contadas em português de Portugal.

 

www.rosanaantonio.com 

http://www.rosanaantonio.blogspot.com/

publicado por grandesofa às 13:01

Janeiro 15 2009



Pela primeira vez, um ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus revela com enorme impacto os segredos e os podres da seita do bispo Edir Macedo, hoje espalhada por quase todo o mundo.

A obra caiu como uma bomba sobre a organização de Macedo, que conseguiu na Justiça uma liminar impedindo provisoriamente a circulação do livro, que ficou apenas 22 dias nas livrarias, desde seu lançamento, em novembro de 1995.

A editora lutou e conseguiu, na Justiça, a liberação da obra, em que o ex-pastor Mário Justino narra sua amarga experiência com religião, drogas e o submundo do crime, no Brasil e em Nova York.

Um livro saudável, recomendado para jovens e que foi adotado como educação para a cidadania por vários professores.

  • Tamanho: 220 Kb (68 pag.)
  • Hospedagem: Easy-Share
  • Formato: .pdf
  • Idioma:Pt-Br

publicado por grandesofa às 04:16
Tags:

Dezembro 13 2008
“Quando se ama alguém, tem-se sempre tempo para essa pessoa. E se ela não vem ter connosco, nós esperamos. O verbo esperar torna-se tão imperativo como o verbo respirar. A vida transforma-se numa estação de comboios e o vento anuncia-nos a chegada antes do alcance do olhar. O amor na espera ensina-nos a ver o futuro, a desejá-lo, a organizar tudo para que ele seja possível. É mais fácil esperar do que desistir. É mais fácil desejar do que esquecer. É mais fácil sonhar do que perder. E para quem vive a sonhar, é muito mais fácil viver.”

Principia desta forma, a belíssima narrativa deste livro:

“Imagina que te escrevo em voz baixa. Falamos sempre baixo quando queremos que acreditem nas nossas palavras. E tudo o que aqui escrevo é verdade.
Escrevemos porque ninguém ouve. Escrevo-te porque estás longe, numa cidade onde o nevoeiro roubou o ar ao sol e as pessoas pensam mais do que sentem. Se ao menos estivesses aqui ao meu lado, passava-te a mão pela nuca, puxava-te ligeiramente os caracóis e então tu fechavas os olhos de prazer e eu sentia-te próximo. Mas isso agora não é possível…”

“Espero por ti porque acho que podes ser o homem da minha vida. E espero por ti porque sei esperar, porque nos genes ou na aprendizagem da sabedoria mais íntima e preciosa, há uma voz firme e incessante que me pede para esperar por ti. E eu gosto de ouvir essa voz a embalar-me de noite antes de, tantas e tantas vezes, te encontrar nos meus sonhos, e a acalentar-me de manhã, quando um novo dia chega e me faz pensar o quão longa e inglória pode ser a minha espera.”

Quando estou aqui sentada, a namorar o mar e a escrever este diário por ti e para ti, porque é mesmo para ti, meu querido, longínquo e quase impossível amor, sinto-me feliz e não me sinto só. Sei que a minha crença inabalável, a minha energia amorosa e o meu desejo eterno por ti irão alcançar-te e tocar-te de alguma forma. Não me perguntes como, mas sinto que é possível. Gosto de acreditar que tenho o dom de tornar realidade as minhas ficções. E, neste momento, tu és a minha mais bela ficção, um sonho que acalento como uma criança que cresce, sabendo que a espera será grande, será arriscada e ninguém sabe se será frutífera. O objectivo não é o mais importante, mas sim o caminho que se percorre para o alcançar.
Somos nós, com os nossos passos, que vamos fazendo o nosso próprio caminho. Há quem corra demasiado depressa e perca a alma no trajecto, há quem mude de ideias e arrisque um atalho, há quem não saiba escolher a melhor direcção quando chega a uma encruzilhada, há quem deixe pedras pelo caminho para não se perder, se precisar de voltar para trás.
Não sei que espécie de caminhante sou, para onde vou, não sei. Nem sei para onde vais. Nem tu sabes. Pode ser que um dia acordes com uma luz nova, uma força desconhecida que te vai trazer até mim… Sei que há uma força estranha que me faz correr para ti, embora nunca, em nenhuma circunstancia, corra atrás de ti, porque não posso, não me é permitido interferir no teu destino e mudar o curso da tua vida. Isso, terás que ser tu a fazê-lo, por ti e para ti, se assim o entenderes. Será que sentes a mesma força? Quero acreditar que sim, mas no fundo começo a sentir que não…”

Margarida Rebelo Pinto
 
A polémica, infundada ou não, de plágio, em que se viu envolvida esta escritora, na verdade, quanto a mim, não minimiza o valor desta obra, que considero de excelente qualidade.
Gosto de ler, gosto muito de ler. Sempre que passo perto de uma livraria não deixo de entrar, adoro sentir o cheiro dos livros. Passeava por entre eles para distrair o espírito, quando ao longe avistei uma original encadernação que me chamou a atenção. Aproximei-me e ao ler o título que dá nome ao livro, de facto aquele teria que ser meu. “Diário da tua ausência”, tem tudo a ver com o meu presente momento de vida.
Aquando da minha criação, na distribuição de talentos, não fui contemplada com o dom da palavra, nem tão-pouco com a capacidade de colocar nas palavras as minhas emoções. Parece-me que traduzidos por palavras, os meus sentimentos ficam muito longe do que na realidade são ou sinto.
Este livro poderia e dá voz ao meu sentir. Estas poderiam ser as palavras que eu escreveria ao meu Amor se tivesse a faculdade de o conseguir. Nele está descrito, tão incrivelmente bem, o amor que eu sinto pelo meu Amor ausente.
Disseste-me: “Marcaste a minha vida." ”Sussurrando-te” ao ouvido, por entre soluços, pois as emoções que teimo em aprisionar no meu coração, por vezes tomam vida própria e soltam-se, respondi-te: “E tu mudaste a minha vida!” A verdade é tão-somente esta!
Eu espero, eu sei esperar… ainda que esse dia que espero não chegue nunca, eu vou esperar!
Alguns chamar-lhe-ão obsessão, eu chamo-lhe… Amor!
publicado por grandesofa às 03:27
Tags:

Dezembro 13 2008

Para quem é amante de cultura, mas acima de tudo para quem gosta de Paulo Coelho, aqui ficam 12 obras deste autor.


Boas leituras :)



destaque1destaque2destaque3
destaque4destaque5destaque6
destaque1destaque2destaque1
destaque2destaque1destaque2

Clique na imagem do livro que pretende.

publicado por grandesofa às 02:56

Novembro 27 2008

Download

publicado por grandesofa às 01:05
Tags:

Novembro 24 2008

 

 

O Doce Veneno do EscorpiãoNome:
Bruna SurfistinhaAutora:
LivroCategoria:
1mbTamanho:

Um grande campeão de vendas. O livro da Bruna Surfistinha.

 

Links para o download:

 

 

 

Sinopse:

Bruna Surfistinha e a principal personalidade da internet brasileira hoje em dia. Seu blog e visitado diariamente por quase 15 mil internautas que se deliciam com os relatos picantes dos programas que ela faz com homens, mulheres e casais em seu flat. Todos os programas (que podem chegar a seis num dia!) sao descritos e Bruna ainda criou uma cotacao para o desempenho do cliente. Bruna conta tambem em detalhes as festas que participou em clubes de swing. Sem medo de mostrar a cara, a garota de programa foi entrevistada em emissoras de radio, programas de TV e revistas de circulacao nacional. So que muitas historias ficaram guardadas e so sao reveladas agora em O Doce Veneno do Escorpiao. Voce vai conhecer detalhes reveladores da menina de classe media alta que trocou os finais de semana com a familia no Guaruja para se prostituir aos 17 anos. O livro traz ainda um diario secretissimo de Bruna Surfistinha, com as historias mais ousadas que ela nao teve coragem de publicar no blog. O diario, com 36 paginas negras, vem lacrado. Por fim, Bruna tambem da pequenas licoes para uma mulher de como conquistar o homem - e jamais perde-lo para uma garota de programa

 

publicado por grandesofa às 19:20
Tags:

Image Hosting by Picoodle.com
pesquisar
 
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Image Hosting by Picoodle.com
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


blogs SAPO