Maio 27 2007

 

Agora,que o silêncio nos convida,
Discursemos um pouco,ó pensamento:
Demos um desafogo ao sofrimento,
Pois lhe demos a pena sem medida.
Enfim,chegou aquela despedida
Em que,perdido meu contentamento,
O mais que me ficou foi meu tormento,
O menos que deixei foi toda a vida.
Para que era ficar-me na memória
As lembranças de um bem tão malogrado?
Falta-me o bem,faltaram-me as lembranças.
Se verei outra vez tao doce glória?
Mas ó suave engano,ó vão cuidado!
Inda eu cuido outra vez em esperanças!
António Barbosa Bacelar
publicado por grandesofa às 00:28

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18

21
22
23

28
29
30
31


Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18

21
22
23

28
29
30
31


blogs SAPO