Janeiro 08 2009

Estou aqui como um barco na tempestade que não voltou

A navegar por esse mar cheio d surpresas d quem amou

A vida nem sempre nos faz sorrir

O tempo não mais voltara atrás

 

Voltei a pedir o teu abraço

Doeu dizeres que não

Tentei e abusei dos meus princípios

Agora digo que não

É a palavra da razão

 

Foram noites que jamais esquecerei de tanto amor

De corpo e alma entreguei meu sentimento ao teu sabor

As feridas que guardo de tanto sofrer são provas

Sinais até morrer

 

Voltei a pedir o teu abraço

Doeu dizeres que não

Tentei e abusei dos meus princípios

Agora digo que não

É a palavra da razão

 

Voltei a pedir o teu abraço
Doeu dizeres que não
Tentei e abusei dos meus princípios
Dei o que dei sem dares a mão

 

Voltei a pedir o teu abraço

Doeu dizeres que não

Tentei e abusei dos meus princípios

Agora digo que não

É a palavra da razão

publicado por grandesofa às 17:16
Tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Image Hosting by Picoodle.com
pesquisar
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30


Image Hosting by Picoodle.com
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
14
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30


blogs SAPO